menu
 
Sinto um vazio cá dentro.

Enche-me de coisas maravilhosas!
19 Nov

Esfoliantes e Peelings

Esfoliantes e Peelings

O que é e para que serve?

 

Os peelings são cuidados com ação esfoliante intensa, mas que reúnem todas as características para que possam ser aplicados em casa, com toda a segurança.
Estes cuidados recorrem geralmente a esfoliantes químicos e/ou enzimáticos; promovendo o destacamento das células superficiais da pele e facilitando assim a sua eliminação. Desta forma, aumentam a circulação sanguínea e iluminam e melhoram a aparência da pele.

 


Quais são os ingredientes mais usados e a sua função?

 

Os esfoliantes e peelings têm diversos ingredientes, sendo os mais eficazes e comuns os seguintes:
Ácido glicólico, que apresenta benefícios esfoliantes, o que gera a eliminação de células mortas na pele, suavizando-a. Além disso, aumenta os níveis de colagénio na pele, sendo ótimo para melhorar a textura da pele e equilibrar a oleosidade.
Ácido lático, um ingrediente mais suave do que o ácido glicólico. Também possui benefícios esfoliantes, mas atua de forma menos irritante. Este ingrediente promove uma pele mais uniforme e radiante.
Ácido salicílico, um ingrediente com propriedades esfoliantes e seborreguladoras. Ou seja, renova a pele, removendo as células mortas e o excesso de oleosidade. Além disso, promove uma ação anti-inflamatória.
Retinol, também conhecido por vitamina A, um ingrediente que aumenta a renovação da pele, o que significa que ajuda a remover as células mortas e estimula a geração de novas células saudáveis ​​para a pele.

 


Que vários tipos existem e quais as suas diferenças?

 

Existem dois tipos de esfoliantes, químicos ou físicos.
A esfoliação física é a mais comum, pois retira as células mortas a partir do atrito com as partículas presentes no esfoliante. Geralmente pode ser usada por todos os tipos de pele, desde que não se esfregue com muita intensidade para não agredir as peles mais secas e sensíveis, sendo um ótimo exemplo o Gommage Douceur Framboise da Payot.
O esfoliante químico funciona à base de componentes de PH ácido que o ajudam a descamar a pele, revelando uma nova camada. Ou seja, a esfoliação química remove as células mortas por meio da descamação causada por uma substância química com ação esfoliante, como por exemplo o Intensive Aha Peel Serum da Esthederm.

 


Qual o formato da embalagem mais usada e quais os tamanhos mais frequentes?

 

As embalagens dos esfoliantes e peelings faciais podem variar entre doseador, tubo, boião, conta-gotas ou frasco. As suas quantidades vão de 15ml a 150ml.

 


O que se deve ter em conta ao escolher um esfoliante ou peeling?

 

Na escolha de um cuidado esfoliante é muito importante avaliar o seu tipo de pele e perceber se o tratamento que quer corresponde à mesma. Caso contrário, poderá causar efeitos adversos aos desejados.
Em peles secas deve-se evitar esfoliantes físicos, pois podem secar mais a pele e provocar microrroturas. Nestes casos, opte pelo uso de esfoliantes químicos, uma vez que ajudam a remover as células mortas presentes na superfície da pele e estimulam a renovação da pele saudável.
Na pele oleosa pode usar esfoliantes químicos e físicos mais fortes, tal como o Exfoliating Scrub da Clinique.
Se o tipo de pele é normal, pode escolher qualquer método de esfoliação. Opte por fazer experiências para descobrir qual método funciona melhor para sua pele. Pode começar, por exemplo, pelo The Gommage Beauté Skin Resurfacing Peel da Guerlain.
Em peles mistas o ideal será atuar em cada área individualmente e alternar os produtos conforme necessário. Ou seja, nas áreas oleosas seguir os conselhos para peles oleosas e nas áreas secas para as peles secas. Pode aplicar o Sébium Gel Gommant Exfoliant Purifiant da Bioderma.
Por fim, se tem a pele sensível, evite esfregar ou usar esfoliação física, uma vez que irritará ainda mais a pele. Opte por um esfoliante químico suave e aplique com suaves movimentos, como por exemplo o Gommage Surfin da La Roche Posay.

 


Quais os conselhos de utilização e dicas?

 

De forma a melhorar a sua experiência com o cuidado esfoliante, o mais importante, como mencionado anteriormente, é a escolha do produto. Ou seja, avalie as necessidades da sua pele e procure um produto adaptado à mesma.
Sempre que precisar de aplicar o cuidado com as mãos certifique-se que as tem bem limpas, pois pode passar bactérias indesejadas ao rosto.
Normalmente, esfoliar a pele uma a duas vezes por semana é o suficiente. Não exagere no número de esfoliações que faz, pois caso o produto seja muito intenso, pode irritar a pele.
Por último, tenha cuidado com a forma como esfolia, se pressionar muito e esfregar a pele pode provocar irritação à mesma, escolha sempre fazer movimentos suaves e delicados.

 


Quais os prós e contras de usar esfoliante ou peeling?

 

Os esfoliantes e os peelings melhoram o estado da pele, uma vez que fica eficazmente limpa, uniforme e mais suave, mas também devemos ter em conta as desvantagens.
Em certos casos, as reações alérgicas podem ser desencadeadas por estes produtos. Nesses casos, será importante verificar a composição do produto e certificar-se que nenhum deles possa vir a ser prejudicial para a pele.
Por outro lado, dependendo do objetivo do cuidado, este pode trazer inúmeros benefícios, tais como: limpar e purificar profundamente a pele; melhorar a renovação celular da pele; uniformizar a textura da pele; facilitar a microcirculação sanguínea; iluminar e hidratar eficazmente a pele.

 

 

Voltar para a Loja

Esfoliantes e Peelings na Loja Glamourosa

 

Este website utiliza cookies de acordo com a política em vigor. Ao continuar a navegação está a aceitar a sua utilização.
Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Cookies.